FALTA AMOR NESSE LIVRO OU SERIA NA VIDA? - QUINCAS BORBA - MACHADO DE ASSIS

Quincas Borba é um romance de Machado de Assis escrito entre 1886 e 1891, como uma continuação de Memórias Póstumas de Brás Cubas, escrito em 1881. Durante a escrita do segundo romance, o autor já tinha mais de 46 anos (portanto, estava numa fase madura) e o Brasil passou pela fase de transição política da Monarquia para a República.
No livro, o protagonista Quincas Borba (ser humano) se considera um filósofo que fez grandes descobertas e as confidência ao seu grande amigo Rubião, que cuida dele. Além disso, o filósofo adota um cachorro e lhe dá o nome de Quincas Borba. O filósofo vai à Corte do Rio de Janeiro e lá ele morre, mentalmente transtornado, conforme é descrito no livro Memórias Póstumas de Brás Cubas. Rubião descobre que Quincas Borba fez um testamento o designando como herdeiro absoluto de uma grande fortuna, com a única condição de que ele cuide do seu cão Quincas Borba.
Rubião era um professor de escola antes. Nunca teve uma grande fortuna antes e não sabe o que fazer com ela. Decide, então, se mudar de Barbacena (interior de Minas Gerais) para a Corte (do Rio de Janeiro). Já no trem para lá, ele conhece um casal, o Palha e sua esposa Sofia e se apaixona por ela. Ele se torna amigo do casal.
A vida de luxo de Rubião no Rio de Janeiro gira em torno do uso inadequado do dinheiro, por assim dizer, “comprando” amizades, devido à carência afetiva do protagonista, da vaidade humana, Rubião e todos a sua volta desenvolvem ambições, no caso de Rubião, tratam-se de ambições políticas. Seus amigos interesseiros sabem bem como explorar a vaidade dele. Além disso, a estória gira em torno de ingratidão de todos a sua volta. Mesmo o pai de uma criança que Rubião salvou a vida, não teve coragem de ajuda-lo num momento de necessidade. O livro também fala de paixão e de amor. Mas é quase uma crítica à paixão. Rubião por paixão à Sofia, delira e enlouquece. Sofia nutre uma paixão por um jovem que se casa com uma prima dela. Ela suspira e se sente indignada por ter perdido para prima. Já o amor é mostrado na Dona Fernanda, esposa abnegada de um político, que se esforça para realizar esse casamento da prima de Sofia, mesmo o casamento dela não sendo tão feliz assim. Outra pessoa que ama incondicionalmente é essa prima que casou e o cão Quincas Borba. Ninguém mais ama no romance. Falta amor nesse livro ou seria na vida? Por isso, o livro é tão atual?.
Quincas Borba é o terceiro livro das Metas de Leitura para 2018. Ele é o único livro escrito por um brasileiro e foi sugerido por um amigo grego. Ironias da vida, a Literatura Brasileira ser apreciada mais fora daqui do que aqui. Quincas Borba pode ser encontrado para download gratuito no site do Domínio Público. É uma super recomendação de leitura!
Muito obrigada a todos e todas que acompanham as nossas postagens. Além da nossa página no Facebook, agora também podem acompanhar as leituras pelo Instagram.
BOA SEMANA!

BOAS LEITURAS!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SABER SE É UMA PESQUISA CIENTÍFICA DE VERDADE?

FERNANDO PESSOA: OUTRA VEZ TE REVEJO... - CLEONICE BERARDINELLI

TOMADA DE DECISÃO PARA PROFISSIONAIS