A TERRA DOS MIL POVOS - CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL KAKÁ WERÁ

Li a matéria intitulada Indígenas articulam eleger bancada para fazer frente a ruralistas no jornal El País (clique aqui para lê-la também). Segundo a reportagem, a meta é ousada: eleger pelo menos um índio ou índia por Estado.

Sônia Guajajara, General Mourão e Kátia Abreu: três candidatos à Vice-Presidência que se declaram indígenas ou pertencentes a famílias indígenas.

Entre os indígenas candidatos há todos os espectros políticos, desde Sônia Guajajara, candidata a vice-presidente do PSOL, até os de extrema direita, como o General Mourão. Ele se declarou indígena para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), confira aqui. Vale lembrar que até a Kátia Abreu, vice de Ciro Gomes, que antes foi uma defensora do agronegócio, tentou uma aproximação com os povos indígenas. Segundo Kátia, ela não é indígena, mas seu finado marido era, prova disso é seus filhos se chamarem: Irajá, Iratã e Iana (confira a entrevista completa para BBC, clicando aqui).

Mário Juruna (já falecido), último indígena a ocupar um cargo no parlamento brasileiro (deputado federal pelo Rio de Janeiro entre 1983 e 1987). Cacique Raoni, maior liderança política indígena ainda vivo (idade estimada de 90 anos).


Desde Mário Juruna, que foi deputado federal pelo Rio de Janeiro entre 1983 e 1987, nenhum outro indígena ocupou um cargo no parlamento brasileiro. O nome mais forte e mais respeitado entre os indígenas é o cacique Raoni Metuktire, da etnia caiapó de Mato Grosso. Com seus prováveis 90 anos (a data de nascimento dele é incerta), ele mesmo não é candidato, mas apoia que se votem em candidatos indígenas e pede aos jovens que se interessem mais por política.

Candidato índígena a Deputado Federal por São Paulo.

O candidato indígena por São Paulo para deputado federal pela REDE é Kaká Werá Jecupé. Ele é alegadamente da etnia tapuia (o que, na prática, significa que ele não sabe muito sobre sua origem). Ele tem 53 anos, é professor, escritor e conferencista. É fundador do Instituto Arapoty, índio, empreendedor social da Rede Ashoka de Empreendedores Sociais e conselheiro da Bovespa Social & Ambiental. Confira sua biografia completa clicando aqui. Ele também deu uma entrevista completa para o programa Roda Viva (assista aqui).

Capa da edição para Kindle.

Segundo a Wikipédia, ele é autor de seis livros. Li um dos mais recentes: A Terra dos Mil Povos – História Indígena do Brasil Contada por um Índio. Existe uma edição em papel desta obra de 1998 pela editora Peirópolis. É um livro de 115 páginas, mas provavelmente a edição possui uma formatação muito grande. Pois eu li a versão digital no Kindle e me surpreendi por ter lido todo o livro em menos de duas horas. É uma leitura muito suave, ideal para jovens e para dar de presente.

Capa da edição em papel.

Por isso, recomendo essa leitura e recomendo Kaká Werá como candidato a deputado federal, se você vota em São Paulo. Segue uma entrevista curta dele (Duração: 4 minutos e 15), caso você queira saber mais, mas não tenha tempo de assistir a entrevista completa do Roda Viva.


Muito obrigada a você que acompanha o nosso trabalho. Por favor, fique à vontade para deixar seus comentários. Também é possível acompanhar as novidades pela nossa página no Facebook.
BOA SEMANA!
BOAS LEITURAS!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SABER SE É UMA PESQUISA CIENTÍFICA DE VERDADE?

FERNANDO PESSOA: OUTRA VEZ TE REVEJO... - CLEONICE BERARDINELLI

TOMADA DE DECISÃO PARA PROFISSIONAIS