YOGA E LIVROS PARA A QUARENTENA


Olá, pessoas! Estou na quarentena na casa dos meus pais, que têm 70 anos, no interior de Minas Gerais. Posso continuar escrevendo a minha tese, respondendo a revisores de artigo e atendendo alunos remotamente. Sou bastante privilegiada nesse sentido. A casa também possui bastante espaço e uma boa infraestrutura. Aqui também mora uma moça que é nutricionista e trabalha para uma empresa que fornece comida para o presídio da cidade.
Estou me disciplinando para acordar cedo, trabalhar, manter a rotina de exercícios e leituras. Por enquanto, são rotinas fixas praticar Yoga das 16h30 às 18h00 e orar pela humanidade das 18h0 às 18h30. Imagino que para quem tem crianças pequenas deve ser muito mais difícil. Também estudo espanhol todos os dias de manhã, por meio de um aplicativo. Porque, quando a quarentena acabar, quero ir a uma conferência em um país de língua espanhola. Fazer planos para depois da conferência me ajuda manter uma mentalidade positiva.
Vi um professor, por videoconferência, que estava sem fazer a barba e mal vestido. Baseado nas minhas leituras, a minha dica número 1 é não descuidar da aparência. Nunca fui uma pessoa vaidosa, mas agora eu procuro vestir as melhores roupas que tenho aqui, usar acessórios e passar perfume. Quando acabar a quarentena, uma das primeiras coisas que quero fazer é cortar o cabelo e fazer as unhas.

Recomendação de leitura para a quarentena.


O livro Em Busca de Sentido do psiquiatra judeu Viktor E. Frankl, que sobreviveu ao campo de concentração, relata que um dos primeiros sinais de que alguém iria sucumbir à depressão e ao suicídio era a aparência. Os homens judeus paravam de fazer a barba e, por isso, eram chamados de “mulçumanos” pelos outros. “Virou muçulmano” era uma gíria dos campos de concentração para dizer “vai morrer”. Aliás, esse livro é uma recomendação de leitura para o período de quarentena. Já falaram muita bobagem sobre esse livro, por exemplo, o vídeo onde uma coach fala que a culpa do Holocausto era dos judeus. Eu acredito que ela se expressou muito mal e hoje vivemos uma realidade onde tudo é gravado. O livro, nem de longe, fala que a culpa é dos judeus. Mas o autor nos mostra que somos capazes de muito mais do que imaginamos. É inspirador.
Além de livros, minha mestra de Yoga, Patrícia Leme Pazu, lançou um canal no Youtube e posta vídeos diários sobre a prática. Super recomendo! É um alívio para mim poder ver minha mestra diariamente. Vou deixar um vídeo dela abaixo.


Continuando nas recomendações de leituras. A minha primeira recomendação é o livro A Incrível Viagem de Shacklenton: A mais extraordinária aventura de todos os tempos de Alfred Lansing. A história é um fato real e conta o naufrágio do navio Endurance no polo sul. O navio ficou preso entre dois blocos de gelo e foi lentamente esmagado. Ou seja, deu tempo para tripulação sair do navio e até tirar um pouco de comida, ficando em cima de um bloco de gelo. Só que eles ficaram sozinhos no meio do nada. Além disso, alguns blocos de gelo partiam rapidamente ou viraram 360º repentinamente. Também havia fatores estressantes como ataques de animais. Eram cerca de 20 tripulantes e seu comandante Shacklenton. Eles aguentaram essa situação extrema de isolamento total por dois anos. Houve casos semelhantes antes, mas todos acabaram em canibalismo. Um tripulante matava e comia os outros. A equipe de Shacklenton é a única em que todos se uniram, mantiveram o ânimo e sobreviveram.

Principal recomendação de leitura para esta quarentena.

Além disso, uma terceira recomendação, por causa das fake news das redes sociais, é o livro Corações Sujos do jornalista Fernando Morais. Há um filme baseado no livro. É uma história real sobre um grupo de japoneses no Brasil que não acreditava na derrota do Japão na Segunda Guerra. Esse grupo falsificava documentos e fotografias para divulgar que o Japão, na verdade, ganhou a guerra. Veja a que ponto o amor, sem sabedoria, é capaz de nos cegar. Como se não bastasse isso, esse grupo passou a chamar de “corações sujos” àqueles que não acreditavam nessa mentira e começou a perseguir e matar as pessoas que diziam a verdade “o Japão perdeu a guerra”.

Recomendações de leitura.

Outro dia vou escrever sobre tudo que aprendi com essa quarentena. Com certeza, sairei uma pessoa melhor. Muito obrigada por permitirem que eu compartilhe isso. Querendo saber mais novidades, vocês me acham no Facebook e no Instagram.
BOA SEMANA!
BOAS LEITURAS!

Comentários

  1. Mais uma leitura motivadora como sempre, excelente trabalho

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada por esse texto maravilhoso, minha amiga!!! Tão necessário para todos que estamos passando por essa fase tão difícil! O livro "A Incrível Viagem de Shacklenton: A mais extraordinária aventura de todos os tempos" foi uma indicação preciosa, é muito inspirador descobrir a história de vida de pessoas que conseguiram superar adversidades inimagináveis, nos dá mais fé e confiança no futuro! E conhecer sua mestra foi demais, ela deve ser uma pessoa sensacional! ❤️

    ResponderExcluir
  3. Sua sugestão para cuidar da aparência me lembrou do vídeo Como Enfrentar o Isolamento, do Pedro Calabrez, que assisti recentemente https://www.youtube.com/watch?v=BaUvqF-1-3c
    São dicas muito práticas para este momento.
    Também tenho me esforçado para acordar cedo e manter uma rotina construtiva.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SABER SE É UMA PESQUISA CIENTÍFICA DE VERDADE?

FERNANDO PESSOA: OUTRA VEZ TE REVEJO... - CLEONICE BERARDINELLI

TOMADA DE DECISÃO PARA PROFISSIONAIS