O CORAÇÃO DAS TREVAS E A POLÍTICA NO BRASIL

Esta semana eu terminei de ler o romance O Deus das Pequenas Coisas de Arundhati Roy. A primeira vez que eu ouvi falar neste livro foi quando uma amiga me apresentou o site que mostra as obras mais lidas no mundo por origem do autor (ou autora), um(a) para cada país (conheça a lista completa em português clicando aqui).


Leitura finalizada na semana passada.


A pessoa mais lida da Índia era Arundhati Roy e a obra O Deus das Pequenas Coisas (a pessoa mais lida do Brasil é Machado de Assis, por meio da obra Dom Casmurro). Como eu ia para Índia (exatamente nessa época no ano passado), comprei a obra, mas acabei não conseguindo ler na época. Agora, com a quarentena, consegui lê-la. É realmente um clássico da humanidade. Vale muito a pena lê-lo. Existe até um TED de 4 minutos e 20 segundos (com legenda em português) sobre o porquê ler este livro (acesse clicando aqui).

Escritora Suzanna Arundhati Roy (nascida em 1961), a pessoa indiana cuja obra é a mais lida no mundo. No caso brasileiro, essa pessoa é o Machado de Assis (1839 - 1908)


O Deus das Pequenas Coisas foi o romance de estreia da autora (aos 36 anos), publicado em 1997. No mesmo ano, a obra ganhou o prêmio Brooker Prize. Até hoje, a escritora é a única pessoa indiana a conquistar este prêmio da Literatura em Língua Inglesa. Talvez, retraída pelo sucesso mundial da obra de estreia (publicada em 21 países), Arundhati Roy só publicou seu segundo romance em 2017.

O TED sobre o livro diz que ele trata do sistema de castas na Índia, oficialmente proibido desde 1950. Mas, para mim, como todo o clássico, trata muito mais do que isso. A mesma estória poderia se passar no Brasil sem perda de significado.

Clássico da Literatura Inglesa, publicado em 1902, cuja autora Arundhati Roy faz referência em toda a obra O Deus das Pequenas Coisas.

Há muita coisa para dizer sobre uma obra só. Mas hoje gostaria de me ater a um detalhe. A casa onde acontecem as cenas mais trágicas da estória é chamada pela autora de O Coração das Trevas. Antes disso, a casa fora propriedade de um rico inglês que abusava sexualmente de meninos indianos. Um dia ele foi denunciado, a família retirou a criança que ele estava abusando e por causa da frustração, ele se matou. A casa ficou abandonada e era frequentada pelos protagonistas da estória (dois gêmeos) para brincar. Após a tragédia que aconteceu na vida dos gêmeos, a casa se tornou um hotel.

Joseph Conrad (1857 - 1924), polonês que aprendeu inglês aos 22 anos e se tornou um dos maiores escritores de toda História da Literatura Inglesa.

 
Quero me ater aqui somente ao nome O Coração das Trevas, que faz alusão a um clássico da Literatura Inglesa (de mesmo título), escrito por Joseph Conrand (1857 – 1924) e publicado em 1902. Esse livro também foi a inspiração para o filme Apocalypse Now (de Francis F. Coppola em 1979). Se eu tivesse que recomendar um livro só, que explica a situação política do Brasil, recomendaria O Coração das Trevas. Estou convencida que o senhor Kurtz (do livro) ou o coronel Kurtz (do filme) poderia ser uma descrição exata do nosso presidente.

Filme Francis F. Coppola, de 1979, baseado na obra O Coração das Trevas.


Comentei com um colega sobre essa opinião e ele me passou um vídeo (29 minutos) da UNIVESP (Universidade Virtual do Estado de São Paulo). Um professor especializado na obra de Joseph Conrad comenta o livro. Ele dá uma interpretação um pouco diferente da minha, mas bem mais profunda do que a média do que as pessoas normalmente comentam. Além disso, traz coisas muito interessantes sobre a vida do autor, como ele superou diversas dificuldades na vida e, por exemplo, aprendeu inglês só depois dos 22 anos de idade. Isso não o impediu de se tornar um dos maiores escritores da literatura nesse idioma. Um fenômeno. Vou deixar o vídeo aqui embaixo.



Muito obrigada por permitirem que eu compartilhe isso. Querendo saber mais novidades, vocês me acham no Facebook e no Instagram.

BOA SEMANA!

BOAS LEITURAS!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMO SABER SE É UMA PESQUISA CIENTÍFICA DE VERDADE?

FERNANDO PESSOA: OUTRA VEZ TE REVEJO... - CLEONICE BERARDINELLI

TOMADA DE DECISÃO PARA PROFISSIONAIS