NAVEGAR É PRECISO; VIVER NÃO É PRECISO - CORRIGINDO OS RUMOS DE 2018

29 de julho de 2018. Andei revendo minhas metas feitas no final de ano, tanto as de leitura quanto as de outras áreas.
O PROGRAMA WINTERKURS
A parte positiva é que a meta de prestar o OnSet (teste de proficiência em língua alemã) e atingir o nível mínimo para me submeter ao programa de bolsas Winterkurs foi atingido.O Winterkurs é um curso de língua e cultura alemãs de 6 semanas na Alemanha (de janeiro a fevereiro), oferecido pelo governo alemão para estudantes universitários ou pós-graduandos brasileiros. Como as aulas são todas em alemão, exige-se a comprovação de um nível, pelo menos, B1 no teste OnSet. O edital para inscrição no Winterkurs abre geralmente de 1 de julho a 15 agosto. Portanto, ainda está aberto. Saiba mais sobre este programa clicando aqui.
DICA PARA ESTUDAR COM MAIS EFICIÊNCIA
Consegui atingir o nível B1 no teste de OnSet. Semestre passado estava matriculada num curso regular de alemão no nível B2. A minha meta, na verdade, era atingir o nível B2 no OnSet, porque, li em algum lugar, que o nosso cérebro sempre trabalha para o menos numa prova. Por exemplo, se a gente estuda para tirar 10, acaba tirando 8 ou 9. Se a gente estuda só para passar, existe uma grande possibilidade de ser reprovado. Para quem quer saber mais sobre como nosso cérebro funciona, sempre recomendo o curso (em português e gratuito), Aprendendo a Aprender: ferramentas mentais poderosas para ajudá-lo a dominar assuntos difíceis, disponível na plataforma online Coursera.
A IMPORTÂNCIA DE SE TER METAS ESCRITAS
Funcionou para mim. Eu mirei no nível B2 e consegui atingir o nível B1, requisito mínimo para me inscrição no programa. Também o fato de eu ter feito essa meta e escrito no final do ano passado me ajudou muito. No meio do caminho, surgiu aquele processo seletivo para o Canadá. Eu fiz planos, sonhei (não estava na minha meta, mas entrou). Aí, em junho, fiquei sabendo que estava na lista de espera. A frustração do sonho não realizado (ainda) foi terrível para mim. Quase desisti de prestar para o Winterkurs. Mas, o fato de ser uma meta escrita, de eu ter pensado nela por tantos meses e me preparado, falado sobre ela, etc. Tudo isso me ajudou a continuar no caminho apesar da tristeza e da frustração.
Neste semestre, não estarei regularmente matriculada numa escola de alemão. Para manter meu conhecimento, preciso praticar sozinha. Sei que tinha prometido aqui ler o livro Sidarta de Hermann Hesse em alemão. Mas não encontrei este livro em alemão ainda e tenho sete livros em alemão na minha casa que ainda não li. Por isso, estou tirando o livro Sidarta da meta e colocando duas metas:
1.  Praticar áudio de alemão, pelo menos, 30 minutos por semana (provavelmente às quintas-feiras) com os cursos gratuitos da Deutsche Welle;
2.  Ler em alemão, pelo menos, 30 minutos por semana (provavelmente às terças-feiras). Escolhi três leituras: uma versão adaptada do livro MobyDick da editora Cornelsen, um gibi Mosaik e um livro infantil das aventuras TKK.
Metas de Leitura em Alemão.

METAS POLÍTICAS
As eleições estão chegando. Idealmente gostaria de ler o plano de governo de todos os pré-candidatos, porque, uma vez que foi tão difícil conquistar o direito de voto feminino, nós mulheres temos que estar informadas e votar conscientemente. Mas temos oito pré-candidatos com mais de 1% das intenções de votos: Lula ou candidato indicado por ele (possivelmente Haddad) pelo PT, Jair Bolsonaro pelo PSL, Ciro Gomes pelo PDT, Marina Silva pela Rede, Geraldo Alckmin pelo PSDB, Henrique Meirelles pelo MDB, Álvaro Dias do Podemos, João Almoeda pelo Partido Novo e Manuela D’Ávila pelo PCdoB. Minhas metas são:
1. Assistir todas a entrevistas do Programa Roda Viva, evidentemente, apenas dos candidatos que forem. O que se traduz em, pelo menos, uma entrevista por semana até as eleições;
2.  Assistir, pelo menos, um debate.
3. Comentar esse assunto aqui no blog.
Logo do Programa da TV Cultura.

METAS DE LEITURA
Eu queria travar completamente as metas de leitura aqui. Já li 10 dos 26 livros da meta. Mas não tá dando. Só que uma vida sem metas faz a gente correr o risco de entrar na zona de conforto. Portanto, vou manter dois livros da meta que eu tenho acesso comigo:
1.  Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley;
2. The almost nearly perfect people: behynd the myth of the Scandinavian utopia – Michael Booth (sem tradução, ler em inglês);
3. A Bíblia, ao invés de ler apenas os Evangelhos, vou ler até o livro de Romanos (inclusive);
Além disso, acrescento:
1.  Mutual Aid: A Factor of Evolution – Pëtr Kropotkin
2. Redifining Global Strategy: Crossing borders in a world where differences still matters – Pankaj Ghemawat
Prometi postar um vídeo por mês para o blog. Mas estou mudando a meta para:
1.                 Postar apenas mais dois vídeos até o final do ano.
METAS FINANCEIRAS
2.                 Fazer o balanço da minha vida financeira semanalmente (toda segunda-feira à noite);
METAS PROFISSIONAIS
3.                 Realizar o exame de qualificação do doutorado com sucesso até o final do ano;
4.                 Realizar o exame de proficiência em inglês (TOEFL) para estar preparada para eventuais bolsa de doutorado sanduíche;
METAS PESSOAIS
1.                 Não beber mais álcool até o final do ano.
Na verdade, a meta era não beber algo durante todo o ano de 2018. Mas entre junho e julho bebi três copos para acompanhar amigos. Fato que pretendo parar. Mas isso já é assunto para outro post.
Apesar de parecerem muitas metas. Não estou compartilhando nem a metade do que foi feito no final do ano passado. É apenas uma leve correção de rota, mas o rumo da navegação continua o mesmo. Finalizo com o poema de Fernando Pessoa, Navegar é Preciso:
Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa:

"Navegar é preciso; viver não é preciso".

Quero para mim o espírito [d]esta frase,
transformada a forma para a casar como eu sou:

Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso.
 Só quero torná-la grande,
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo.

Só quero torná-la de toda a humanidade;
ainda que para isso tenha de a perder como minha.
Cada vez mais assim penso.

Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue
o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir
para a evolução da humanidade.

É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça

Imagem retirada do PixaBay.

 
Muito obrigada a você que acompanha o nosso trabalho. Por favor, fique à vontade para deixar seus comentários. Também é possível acompanhar as novidades pela nossa página no Facebook.

BOA SEMANA!
BOAS LEITURAS!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

" SE MACHADO DE ASSIS EXISTIU, O BRASIL É POSSÍVEL" - NÉLIDA PIÑON

XÔ, PREGUIÇA! APRENDA UM NOVO IDIOMA!

NUNCA DEIXE DE ACREDITAR - CHRISTINA RICKARDSSON