Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2019

O ÓDIO - WISLAWA SZYMBORSKA

Imagem
Vejam como ainda é eficiente, como se mantém em forma o ódio no nosso século. Com que leveza transpõe altos obstáculos. Como lhe é fácil – saltar, ultrapassar.
Não é como os outros sentimentos a um tempo mais velhos e mais novos que ele. Ele próprio gera as causas que lhe dão vida. Se adormece, nunca é um sono eterno. A insônia não lhe tira as forças; aumenta.
Religião, não religião – contando que se ajoelhe para a largada. Pátria, não pátria – contando que se ponha a correr. A Justiça também não se sai mal no começo. Depois ele já corre sozinho. O ódio. O ódio. Se rosto num esgar[1] de êxtase amoroso.
Ah, estes outros sentimentos – fracotes e molengas. Desde quando a fraternidade pode contar com a multidão?
Alguma vez a compaixão chegou primeiro à meta? Quantos a dúvida arrasta consigo? Só ele, que sabe o que faz, arrasta.
Capaz, esperto, muito trabalhador. Será preciso dizer quantas canções compôs? Quantas páginas da história numerou? Quantos tapetes humanos estendeu em quantas praças, estádios?
Não nos enganemos…

NÓS NÃO SOMOS UMA NACIONALIDADE. NÓS POSSUÍMOS UMA NACIONALIDADE, IGUAL POSSUIR UM CARRO, POR ESCOLHA, CAPACIDADE OU AFINIDADE.

Imagem
Hoje estou com alguma dificuldade para achar um tema para escrever. Continuo focada em organizar a viagem, escrever a tese e escrever artigos para publicação. Além disso, estou lendo mais, em francês e em português. No momento, estou lendo Au nom de tous les hommes (em português, Em nome de todos os homens) do escritor Martin Gray (nascido na Polônia em 1922 e falecido na Bélgica em 2016, aos 93 anos). Embora a morte desse escritor tenha sido noticiada até pelo G1 (com o título, Escritor Martin Gray, sobrevivente do Holocausto, morre aos 93 anos, leia a matéria clicando aqui), eu ouvi falar dele lendo o livro Quando coisas ruins acontecem às pessoas boas de Harold S. Kushner. Livros, muitas vezes, levam a outros livros. 


Martin Gray era um judeu polonês, portanto, sobrevivente do Holocausto (embora como ele sobreviveu seja alvo de controvérsias), que perdeu toda a sua família nesse período. Ele emigrou para os EUA, construiu prosperidade financeira lá, se casou com a jovem Dina. Sua mul…